Rafael RG | Brasil

É artista visual, formado em artes visuais pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo em 2010. Atua com vídeo, instalação e performance. Em suas obras, propõe a releitura, investigação e transição para o campo da arte de fatos históricos através da junção de documentos e objetos ficcionais que cria, baseando-se em pesquisas realizadas em arquivos públicos, como o Arquivo Público do Estado de São Paulo e a Amerika-Gedenkbibliothek, em Berlim. Nutre interesse pelas possibilidades narrativas ainda abertas frente ao sentido histórico tácito da informação e do fato. Teve obras expostas no Paço das Artes, São Paulo (2013); Zacheta National Gallery of Art, Varsóvia, Polônia (2013); Centro Brasileiro Britânico, São Paulo, Brasil (2013); El Parche artist residency, Bogotá, Colômbia (2012); Hebbel am Ufer 2, Berlim, Alemanha (2012); Australian Centre for Contemporary Art, Melbourne, Austrália (2011); 61º Salão de Abril, Fortaleza, Brasil (2010); Memorial da América Latina, São Paulo, Brasil (2009); entre outras instituições. Vive e trabalha em Guarulhos.

Dito Escuro | 2014, fotografia

Dito escuro é composta por uma série de fotografias e documentos encontrados durante pesquisas no Arquivo Público do Estado de São Paulo. As peças se referem a casos de racismo no Rio de Janeiro noticiados pelo jornal Última Hora. RG se propõe investigar a forma como a imagem do homem negro livre era tratada pela imprensa brasileira. A série tenta resgatar resquícios da escravidão no Brasil em um determinado período, para entender o presente e lançar perspectivas para o futuro.

artistas selecionados pelo edital de obras