Marinos Koutsomichalis | Grécia +
Maria Varela | Grécia +
Afroditi Psarra | Grécia

Marinos Koutsomichalis

É artista e pesquisador. É mestre em composição em meios digitais pela University of York, Inglaterra, 2009, e doutor em som, música e media art pela De Montfort University, Leicester, Inglaterra, 2015. Sua prática artística se baseia principalmente em trabalhos sonoros. Em seus projetos, investiga as especificidades da percepção, da tecnologia e dos materiais, através do uso de hipermídia e dispositivos interativos. Seus interesses acadêmicos incluem programação, arte generativa, novas estéticas e som e ruído ambiente. Apresentou seu trabalho em concertos e exposições internacionais como no Onassis Cultural Center, Atenas, Grécia (2014); Transmediale 14, Berlim, Alemanha (2014); Q-O2, Bruxelas, Bélgica (2013); Audiorama, Estocolmo, Suécia (2012); A.S. Rymer Auditorium, York, Inglaterra (2009); entre outros. Integra a diretoria do Contemporary Music Research Center (KSYME-CMRC), Atenas, Grécia. Vive e trabalha em Heraklion, Grécia.

Maria Varela

É artista, mestre em mídia interativa pela Goldsmiths College, University, Londres, Inglaterra, 2010. Desenvolve estratégias de produção artística coletiva, atuando principalmente com performance, instalação e realização de oficinas. Seu trabalho abrange uma variedade de questões relacionadas ao folclore, tradição, identidade, memória, narrativa não linear e arqueologia da mídia, com frequente uso de dispositivos interativos. Participou de exposições na 16th International Media Art Biennale WRO, Wroclaw, Polônia (2015); Ars Electronica Festival, Linz, Áustria (2014); Onassis Cultural Center, Atenas, Grécia (2013); Piksel, Bergen, Noruega (2012); Amber Festival, Istambul, Turquia (2012); entre outras. Vive e trabalha em Atenas.

Afroditi Psarra

É artista, mestre e doutora pela Universidad Complutense de Madrid, Espanha, onde estudou a influência das novas tecnologias nos processos artísticos contemporâneos. Atua com uma variada gama de meios e técnicas, que vão de bordado, circuitos analógicos e digitais, e programação criativa, até instalações interativas e performances sonoras. Em sua prática artística, interessa-se pela justaposição do artesanato tradicional com ideias da ficção científica, e pelo uso do corpo humano como interface de controle. Teve trabalhos expostos no Ars Electronica Festival, Linz, Áustria (2014); Electropixel, Nantes, França (2013); Piksel, Bergen, Noruega (2013 e 2012); Maker Faire, Roma, Itália (2013); Amber Festival, Istambul, Turquia (2012); entre outros festivais e instituições. Vive e trabalha em Atenas. 

Oiko-nomic Threads | 2013, instalação

Atrelando uma máquina de tricô a um computador, o grupo combina dados do Serviço Nacional de Emprego grego com padrões helênicos tradicionais, gerando novas tramas e motivos. A presente crise grega é o fio condutor do trabalho, que articula elementos alusivos à Revolução Industrial (máquina de tricô) e à era da informação (computador) para compor uma narrativa sobre economia, tecnologia, trabalho e tradição. 

artistas selecionados pelo edital de obras