Debora Bolsoni | Brasil

É artista visual, mestre em poéticas visuais pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, 2014. Em suas obras, materiais prosaicos como areia, papel de embrulho e doces incorporam performances e instalações que investigam as relações entre urbanismo e a construção de um discurso plástico. Produzindo um estranhamento frente ao que nos deveria aparecer como familiar, recorrendo frequentemente a um repertório material e simbólico da cultura de massa, reflete de modo bastante particular sobre a relação entre o público e o privado. Teve sua obra exibida em exposições individuais no Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo (2006); Centro Cultural São Paulo (2005); entre outras. Participou de exposições coletivas no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (2014); na 7ª Bienal do Mercosul, Porto Alegre (2009); no Itaú Cultural, São Paulo (2008 e 1998); e no 30º Panorama da Arte Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo (2012, 2008 e 2007). Vive e trabalha em São Paulo.

Topos_somedrama | 2015, escultura

A obra comenta a forma e a função dos monumentos enquanto símbolos da modernidade. Para isso, explora uma imagem icônica do século 20: o Monumento à Terceira Internacional, também conhecido como Torre de Tatlin. Combinando reminiscências da cultura europeia e explorando uma tentativa de alcançar a arquitetura de transcendência, a artista registra a tensão entre superficial e orgânico, e a luta contra a passagem do tempo. Na obra, a artista realiza uma ação performática.

artistas selecionados pelo edital de obras