| México

É artista. Atua com vídeo e instalação. Seu trabalho questiona as implicações da temporalidade própria a imagem em movimento (cinema e vídeo) e como este tempo cinemático influência a subjetividade contemporânea. Em suas videoinstalações site-specific manipula o imbricamento entre a realidade do espaço físico com a ficção da imagem projetada. Estudou artes audiovisuais em Guadalajara, México e Cinema em Vancouver, Canadá. Participou de vários festivais e exposições como o Festival Internacional de Filme de Morelia, México (2004 e 2005); Bienal de Vídeo VIDEOZONE, Tel Aviv, Israel (2006); ZONEMA, Chelsea Center for the Arts, Nova York (2006); Museu de Arte de Zapopan, Guadalajara (2009 e 2013). Realizou mostras individuais no Laboratório de Arte Variedades, Guadalajara (2009); Museu de Arte de Zapopan (2011); Museu de Arte Oriental de Turim, Itália (2012); dentre outras. Vive e trabalha na Cidade do México.

Waiting search (end to time) | 2013, vídeo

Cuevas’ work juxtaposes references to the uses of light throughout the history of cinema: as an element that brings static objects into life, as a marker of the passing of time, and as a documental feature typical of the early days of this art form. In a subversion of documental language, light beams perform a choreography and appear as elements of stories of archaeological exploration that happen, simultaneously, in a distant past or a near future. 

A obra de Cuevas sobrepõe referências aos usos da luz na história do cinema: como elemento que dá vida a objetos estáticos, como marca do passar do tempo e como traço documental típico dos primórdios dessa arte. Em uma subversão da linguagem documental, focos de luz desenham uma coreografia e parecem elementos de histórias de exploração arqueológica que acontecem, simultaneamente, num passado longínquo ou futuro próximo. 

artistas selecionados pelo edital de obras