Andres Bedoya | Bolívia

É artista visual, graduado em artes e design pela University of Texas, Austin, EUA, 2001. Trabalha com vídeo, instalação, fotografia, objeto e desenho. Sua obra indaga como a experiência coletiva, o contexto social e a produção de significados no cotidiano informam a construção da identidade pessoal através do tempo. Por meio da reinterpretação de marcos pessoais e sociais, a plasticidade da memória, a inconsistência da autopercepção e a relação do corpo com o tempo são pautados em trabalhos com materiais e espaços provenientes do contexto boliviano. Suas obras foram exibidas em exposições individuais na Galería Temporal, Santiago, Chile (2014); Centro Cultural de España, La Paz, Bolívia (2012); Abrons Arts Center, Nova York, EUA (2012); Museo Nacional de Arte, La Paz, Bolívia (2009); Happy Ending, Nova York, EUA (2005); entre outras instituições. Participou de coletivas na Santa Cruz Biennale, Bolívia (2012); Fundación de Arte y Culturas Bolivianas, La Paz, Bolívia (2008); Austin Museum of Modern Art, EUA (2001); entre outras. Foi curador da mostra Brooklyn is Burning, MoMA PS1, Nova York (2010). Vive e trabalha em La Paz.

Jugando | 2010/2015, fotografia

Realizada em uma região quase rural da Bolívia, a série resulta de uma brincadeira entre quatro crianças, na qual a morte e a forma cruel de abordá-la parecem passar despercebidas. Jugando explora as formas como uma ação espontânea, seu contexto e sua memória falam sobre a construção de uma identidade. Investiga também os processos que geram cultura, para além das práticas formais, e procura pensar, por meio de novos olhares e de ações cotidianas, a plasticidade da memória e a relação do corpo com o espaço.

artistas selecionados pelo edital de obras